Editorial

Conteúdo de utilidade pública com qualidade.

Doenças inflamatórias intestinais – DII

Doenças inflamatórias intestinais – DII

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), junto a outras Sociedades, dedicam o mês de maio às doenças inflamatórias intestinais com a campanha de conscientização - Maio Roxo.

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são doenças crônicas que atingem principalmente jovens e limitam seus hábitos, além de influenciar seu comportamento em vários âmbitos como na escola, trabalho, na vida social e familiar e atividade sexual. Essas doenças estão relacionadas ao sistema imunológico e genético e não tem cura, mas o diagnóstico precoce permite o controle. O diagnóstico se dá através da colonoscopia.

Existem dois tipos dessas doenças: Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa. A Doença de Crohn pode atingir qualquer parte do tubo digestivo (da boca ao ânus) causando febre, perda de peso, diarréia, sangue nas fezes, anemia e dor no abdome. Essa doença combina crises agudas recorrentes, leves a graves, e há períodos com ausência de sintomas. O tratamento geralmente é através de cirurgia. Pode ser feito também a confecção de estomas, que são aberturas do intestino na pele do abdome para permitir a saída de fezes, sem passar pela região afetada.

A Retocolite Ulcerativa é inflamação da mucosa do intestino grosso e os sintomas são diarréia crônica com sangue e anemia. Segundo Dr. Tarcísio Carneiro, é uma doença potencialmente grave e quanto mais cedo o diagnóstico melhor o controle. Se não houver controle com a medicação o paciente é encaminhado para a cirurgia.

O câncer colorretal tem maior risco em pacientes com DII e o melhor método para diagnosticar e tratar as lesões cancerosas é através da colonoscopia. Então, pacientes com diagnóstico dessas doenças devem realizar periodicamente a colonoscopia, através de médicos endoscopistas/coloproctologistas. O tratamento é efetivo e de alto custo, os medicamentos podem chegar até 8 mil reais, mas os pacientes podem se cadastrar na Secretaria de Saúde de João Pessoa, no Cedemex, para conseguir a medicação.

Então, se você sentir algum desses sintomas procure um médico para que possa fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento o mais rápido possível, pois o acompanhamento médico é indispensável.

Dr. Tarcísio Carneiro - CRM 4366

Por: Dr. Tarcisio Carneiro - CRM 4366

Estamos localizados em João Pessoa-PB