Editorial

Conteúdo de utilidade pública com qualidade.

Doença Celíaca

Doença Celíaca

Você já ouviu falar na Doença Celíaca (DC)?

É uma doença comumente falada atualmente e está associada ao consumo do glúten. Ingerimos glúten diariamente em diversos alimentos como massas em geral e algumas bebidas alcóolicas e de uns tempos para cá aumentou a quantidade dessa proteína nesses alimentos, porém ela só afeta quem tem intolerância ao glúten. A Doença Celíaca (DC) é uma doença autoimune, ou seja, é uma doença crônica que atinge o intestino delgado e reage em indivíduos geneticamente predispostos ao glúten e pode levar a graves problemas de saúde. O glúten é uma proteína presente naturalmente em alimentos como trigo, cevada, e centeio. A aveia é um cereal que naturalmente não contém glúten, porém é contaminado durante seu processamento, então não é indicada para os celíacos (pessoas que possuem a Doença Celíaca).

A doença atinge pessoas de todas as idades, mas surge com mais frequência em crianças e mulheres. Os principais sintomas são desconforto abdominal, gases, constipação, diarreia, dor, azia, anemia, vômito, distensão abdominal, perda de peso, falta de apetite, síndrome do intestino irritável, entre outras. O glúten afeta as dobras (vilosidades) das paredes do intestino, impedido assim a absorção dos alimentos.

O diagnóstico é feito através de exames de sangue e endoscopia com biópsia. Nem sempre é fácil o diagnóstico, pois a DC é confundida com outras doenças por causar sintomas parecidos com algumas patologias crônicas. Atualmente, há outros exames, não invasivos, que podem facilitar a identificação da doença, como a coleta de sangue capilar e saliva. Além desses exames há também o teste genético, que é uma nova alternativa para ajudar a detectar a doença e prevenir pacientes assintomáticos e com celíacos na família, porem não disponível em nosso meio.

Os pacientes com a Doença Celíaca devem excluir o glúten da alimentação, seguir uma dieta rigorosa e equilibrada acompanhada por um especialista. Porém, a Associação de Celíacos do Brasil (Acelbra), informa que não há motivos que justifiquem iniciar uma dieta sem glúten sem um diagnóstico confirmado da doença;

“Não há problema nenhum em ingerir glúten dentro de uma dieta equilibrada, a não ser que você seja celíaco, pois não é necessário excluir nenhum alimento se você não tem intolerância a ele.” Cada alimento tem sua função no nosso organismo e o glúten, como proteína, tem a sua e não podemos excluí-la totalmente da nossa alimentação, a menos que você tenha intolerância a esse alimento. Para quem tem DC, é importante uma dieta rica em cereais, farinha (arroz e mandioca), gorduras, laticínios, hortaliças e leguminosas, carnes e ovos.

As empresas que produzem alimentos são obrigadas, por lei, a informar em seus rótulos se o produto possui ou não glúten. A Doença Celíaca se não tratada pode levar a óbito, então se você tiver algum desses sintomas ou celíacos na família, procure um médico para fazer exames que identifiquem a provável doença.

Dr. Tarcísio Carneiro - CRM 4366

Por: Dr. Tarcisio Carneiro - CRM 4366

Estamos localizados em João Pessoa-PB

Fale conosco agora Gastrocenter na Doctoralia